Impaciência ou: gratidão faz feliz

Quaresma IV quinta-feira, dia 4 de Abril 2019
evangelho: João 5:31-47
Êxodo 32:7-14. Salmo 106

A história do povo de Deus: 40 anos no deserto a caminho da Terra Prometida: é uma imagem da nossa própria vida. Nossa vida às vezes parece um deserto. Então a promessa de Deus parece muito distante.

Nós lemos hoje que ao longo do caminho Moisés, o líder do povo, desapareceu. O povo está ficando impaciente. A gente busca a salvação no que parece certo: em ouro.; é lindo, tangível e valioso.

É assim que acontece na sociedade e na Igreja também. Quando as pessoas ficam desapontadas com seus líderes, às vezes é culpa dos próprios líderes. Mas enfim, o que irá substituí-lo? Preocupação com sua própria saúde? O ouro da loteria? Isso fornece a orientação em nossas vidas?

Ou devemos voltar a focar mais seriamente na Bíblia? A Bíblia é concreta: a palavra de Deus é preta sobre branco. Mas Jesus nos adverte: a letra da lei - mesmo que venha de Deus - não contém salvação [João 5:39].

Os 40 anos no deserto, os 40 dias antes da Páscoa, pretendem renovar nossas vidas. Qual é o núcleo então? "O amor de Deus não é dentra vocês" [João 5:42], Cristo diz ao povo. É bom estudar as Escrituras. Cuidar do corpo também é bom; nosso corpo é dado a nós por Deus. E assim podemos nomear muitas coisas boas. Mas se não temos o amor de Deus dentra nós, já podemos deixar esse bom caminho ao menor revés - mesmo que sejamos o povo de Deus, mesmo que sejamos batizados.

O amor de Deus torna nos firmes na caridade, justiça, atenção à fonte e ao propósito de nossa existência (e não apenas a curto prazo). O amor de Deus faz nos gratos e a gratidão faz feliz.

Celebrar a Eucaristia juntos fortalece o amor de Deus em nós. Ele quer nos dar o bem: não porque mereçamos isso, mas porque o Seu amor por nós é maior que os nossos pecados.

Que sejamos fortalecidos no amor esta manhã, no caminho da nossa vida para a Páscoa e além: então não apegamos nos a falsas certezas, mas compartilharemos de todo o bem que recebemos Dele: por causa de nosso bem-estar e por causa de nossa salvação. Amém

Padre Mark Robin C.P.